A importância do pré-natal

A importância do pré-natal

Como o próprio nome já diz, o pré-natal é o acompanhamento médico que toda gestante deve ter, a fim de manter a saúde plena da mãe e do bebê. Durante toda a gravidez são realizados exames que visam identificar e tratar doenças que podem trazer prejuízos à saúde da mãe ou da criança.

É importante que as futuras mamães comecem a fazer seu pré-natal assim que tiverem a gravidez confirmada ou, pelo menos, antes de completarem três meses de gestação, pois é nesta fase que são feitos os exames que podem detectar como doenças que afetam a criança ou o seu desenvolvimento no útero.

Como se trata de um período de muitas mudanças não só no corpo, mas na vida da mulher e da família, o pré-natal também é um período para tirar dúvidas e receber orientações sobre o que pode e o que não pode, alimentação, atividade física, o que é preciso evitar, etc.

Também é importante para monitorar e acompanhar o peso da mãe, para que ela não ganhe peso além do necessário, o que pode trazer alguns problemas. Além disso, avaliar sua saúde em geral e repor vitaminas, caso necessário.

E, claro, é o momento de planejar a chegada, como será o parto, qual a opção mais adequada para a mãe, em que hospital, etc. Hoje em dia há também pediatras especialistas nesta fase de vida do bebê, que já cuidam e avaliam o pequeno lá dentro da barriga, além de acalmar, orientar e já construir o relacionamento com os futuros pais.